Publicado em Deixe um comentário

PROCLAMATION OF THE REPUBLIC

In the then year of 1889, November 15, the Presidential Federative Republic was born. This event was marked by the figure of Marechal Deodoro da Fonseca as the protagonist of the proclamation, becoming the first President of the Brazilian Republic, from 1889 to 1891, during a provisional government.

This important historical moment in Brazil gave rise to the first Constitution, whose function was to establish in the country the republican regime, following the presidential government. Thanks to the 1891 document, it was established that all Brazilians are equal before the law, that nobody could be forced to do something or to do otherwise than by virtue of the law, besides freedom of religious worship, participation in associations, freedom of the press , expression and exercise of any profession, among others. Subsequently, approved by the National Constituent Assembly on September 22, 1988 and promulgated on October 5, 1988, the Constitution of the Federative Republic of Brazil of 1988 replaced that of 1891 and is the current fundamental and supreme law of the country.

For us the IIN, nothing more essential than the emancipation of the Brazilian people. There is nothing else we cherish. At our juncture, we value independence, because our whole struggle is based on this: being able to help and ensure to young people and children, at the margins of society, their freedom: guaranteeing equal opportunities for all.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicado em Deixe um comentário

PROCLAMACIÓN DE LA REPÚBLICA

En el entonces año de 1889, día 15 de noviembre, nacía la República Federativa Presidencialista. Tal evento quedó marcado por la figura de Marechal Deodoro da Fonseca como el protagonista de la proclamación, convirtiéndose en el primer Presidente de la República brasileña, de 1889 a 1891, durante un gobierno provisional.

Este importante momento histórico de Brasil dio origen a la primera Constitución, cuya función fue de establecer en el país el régimen republicano, siguiendo al gobierno presidencialista. En el documento de 1891, se estableció que todos los brasileños son iguales ante la ley, que nadie podría ser obligado a hacer algo o dejar de hacer sino en virtud de la ley, además de libertad de culto religioso, participación en asociaciones, libertad de prensa de expresión y de ejercicio de cualquier profesión, entre otros. Posteriormente, aprobada por la Asamblea Nacional Constituyente el 22 de septiembre de 1988 y promulgada el 5 de octubre de 1988, la Constitución de la República Federativa del Brasil de 1988 sustituyó a la de 1891 y es la actual ley fundamental y suprema del país.

Para nosotros del IIN, nada más esencial que la emancipación del pueblo brasileño. No hay nada más que apreciar. En nuestra coyuntura, valoramos la independencia, pues toda nuestra lucha está pautada en ello: poder ayudar y asegurar a jóvenes y niños, al margen de la sociedad, su libertad: garantizando oportunidades a todos de forma igualitaria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicado em 1 comentário

PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

No então ano de 1889, dia 15 de novembro, nascia a República Federativa Presidencialista. Tal evento ficou marcado pela figura de Marechal Deodoro da Fonseca como sendo o protagonista da proclamação, se tornando o primeiro Presidente da República brasileira, de 1889 a 1891, durante em um governo provisório.

Esse importante momento histórico do Brasil deu origem a primeira Constituição, cuja função foi de estabelecer no país o regime republicano, seguindo o governo presidencialista. Graças ao documento de 1891, ficou estabelecido que todos os brasileiros são iguais perante a lei, que ninguém poderia ser obrigado a fazer algo ou deixar de fazer senão em virtude da lei, além de liberdade de culto religioso, participação em associações, liberdade de imprensa, de expressão e de exercício de qualquer profissão, entre outros. Posteriormente, aprovada pela Assembleia Nacional Constituinte em 22 de setembro de 1988 e promulgada em 5 de outubro de 1988, a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 substituiu a de 1891 e é a atual lei fundamental e suprema do país.

Para nós do IIN, nada mais essencial que a emancipação do povo brasileiro. Não há nada mais que prezemos. Em nossa conjuntura, valorizamos a independência, pois toda a nossa luta está pautada nisso: poder ajudar e assegurar a jovens e crianças, à margem da sociedade, sua liberdade: garantindo oportunidades a todos de forma igualitária.

Um comentário sobre “PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

  1. Aqui é a Verónica Dias, eu gostei muito do seu artigo seu conteúdo vem me ajudando bastante, muito obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *