Publicado em Deixe um comentário

PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

No então ano de 1889, dia 15 de novembro, nascia a República Federativa Presidencialista. Tal evento ficou marcado pela figura de Marechal Deodoro da Fonseca como sendo o protagonista da proclamação, se tornando o primeiro Presidente da República brasileira, de 1889 a 1891, durante em um governo provisório.

Esse importante momento histórico do Brasil deu origem a primeira Constituição, cuja função foi de estabelecer no país o regime republicano, seguindo o governo presidencialista. Graças ao documento de 1891, ficou estabelecido que todos os brasileiros são iguais perante a lei, que ninguém poderia ser obrigado a fazer algo ou deixar de fazer senão em virtude da lei, além de liberdade de culto religioso, participação em associações, liberdade de imprensa, de expressão e de exercício de qualquer profissão, entre outros. Posteriormente, aprovada pela Assembleia Nacional Constituinte em 22 de setembro de 1988 e promulgada em 5 de outubro de 1988, a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 substituiu a de 1891 e é a atual lei fundamental e suprema do país.

Para nós do IIN, nada mais essencial que a emancipação do povo brasileiro. Não há nada mais que prezemos. Em nossa conjuntura, valorizamos a independência, pois toda a nossa luta está pautada nisso: poder ajudar e assegurar a jovens e crianças, à margem da sociedade, sua liberdade: garantindo oportunidades a todos de forma igualitária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *