Publicado em Deixe um comentário

PROFESOR DE PROYECTO SOCIAL BANDA NEGRA DE JESÚS EXPLICA COMO SU HISTORIA DE SUPERACIÓN AYUDA EN LA ORIENTACIÓN DE NIÑOS

Thiago Lucas, de 24 años, es un ejemplo de superación para muchos niños que son asistidas por el Instituto Hermanos Nogueira. Antes de convertirse en profesor del propio Instituto, ayudando a los niños y jóvenes del Proyecto Social Pista Negra de Jesús, Thiago, más conocido como Mamut, pasó por momentos terribles debido a sus elecciones de vida. Si antes Thiago Mamut vivía sin dirección, viciado en crack y envuelto con el crimen, hoy, después de haber llegado a la Banda Preta de Jesús, con apenas 38kgs, por cuenta de las drogas, el profesor reconoce el bien que el proyecto social hizo a la y sigue en el camino de concientización de los niños y jóvenes que son asistidas.

Su idea es mostrarles el camino correcto y el bien para que no tengan que pasar por lo que pasó. “Yo mismo tuve experiencia de vida de pasar por el vicio, la droga y la criminalidad y hoy estoy enseñando a estos niños a no entrar por este camino porque sé que fue un camino difícil y entorpeció mucho mi vida y mi familia. Fui usuario de crack, me envolví con el crimen, pero me dio la vuelta por encima. Me di cuenta de que esto no era bueno para mí y hoy estoy usando mi experiencia de vida para ayudar a los niños y trazar otro camino para ellos. “Estoy consiguiendo mostrar el camino de lo correcto y lo incorrecto para ellos”, cuenta Thiago Mamut.

Thiago llegó al Instituto hace siete años y pasó por todos los procesos que todos los niños y jóvenes pasan. Estudian, aprenden una profesión, cuidan la salud y están motivadas a encontrar en las dificultades aún más motivación para mantener sus vidas en el camino correcto. “Pues, por más que las adversidades puedan encontrarnos, lo más importante son las elecciones honestas que usted hace”, subraya.

En la actualidad, Thiago Mamut es una banda marrón de Jiu-Jitsu y da clases para los niños del Instituto Hermanos Nogueira. Para Ricardo Cavalcante, gestor del proyecto del núcleo de Nova Iguaçu, lo más importante cuando una persona llega al proyecto es cuidar del cuerpo, de la alimentación, del espíritu de él. Así, después se empieza a pensar en artes marciales. “Lo importante para nosotros es que esta persona se quede lejos de las drogas y del crimen, pues no sirve de nada preparar a una persona para ser excelente en artes marciales si no va a usar para el camino del bien!”, Evalúa.

Publicado em Deixe um comentário

SOCIAL PROJECT TEACHER JESUS’S BLACK BAND EXPLAINS HIS HISTORY OF OVERCOMING HELP IN CHILDREN’S GUIDANCE

Thiago Lucas, 24, is an example of overcoming many children who are assisted by Instituto Irmãos Nogueira. Before becoming professor of the Institute itself, helping children and young people of the Black Belt Social Project, Thiago, better known as Mammoth, had terrible moments due to his life choices. If before Thiago Mamute lived without direction, addicted to crack and involved with the crime, today, after arriving at the Black Belt of Jesus, with only 38kgs, on account of drugs, the teacher recognizes the good that the social project did to the it and follows the path of awareness of the children and young people who are assisted.

His idea is to show them the right way and the good so that they do not have to go through what he went through. “I myself have had life experience of going through addiction, drugs and criminality and today I am teaching these children not to go down this road because I know it was a difficult road and it has greatly disrupted my life and my family. I was a crack user, I got involved with the crime, but I turned it around. I realized that this was not being good for me and today I am able to use my life experience to help the children and chart another way for them. I am able to show the way of right and wrong for them, “says Thiago Mamute.

Thiago arrived at the Institute seven years ago and went through all the processes that all children and young people go through. They study, learn a profession, take care of their health, and are motivated to find in the difficulties even more motivation to keep their lives on track. “For as much as adversities may find us, the most important thing is the honest choices you make,” he points out.

Currently, Thiago Mamute is a Jiu-Jitsu brown belt and teaches the children of Instituto Irmãos Nogueira. For Ricardo Cavalcante, manager of the Nova Iguaçu core project, the most important thing when a person arrives at the project is to take care of the body, the food, the spirit. So you start thinking about martial arts. “The important thing for us is that this person stay away from drugs and crime, because it’s no use to prepare a person to be excellent in martial arts if he is not going to use the path of good!”

Publicado em Deixe um comentário

Professor de projeto social Faixa Preta de Jesus explica como a sua história de superação ajuda na orientação de crianças

Thiago Lucas, de 24 anos, é um exemplo de superação para muitas crianças que são assistidas pelo Instituto Irmãos Nogueira. Antes de se tornar professor do próprio Instituto, ajudando a crianças e jovens do Projeto Social Faixa Preta de Jesus, Thiago, mais conhecido como Mamute, passou por momentos terríveis devido as suas escolhas de vida. Se antes Thiago Mamute vivia sem direcionamento, viciado em crack e envolvido com o crime, hoje, depois de ter chegado ao Faixa Preta de Jesus, com a apenas 38kgs, por conta das drogas, o professor reconhece o bem que o projeto social fez à ele e segue no caminho de conscientização das crianças e jovens que são assistidas.

Sua ideia é mostrar a eles o caminho certo e do bem para que eles não tenham que passar pelo o que ele passou. “Eu mesmo já tive experiência de vida de passar pelo vício, pela droga e pela criminalidade e hoje eu estou ensinando a estas crianças a não entrarem por este caminho porque eu sei que foi um caminho difícil e atrapalhou muito a minha vida e minha família. Fui usuário de crack, me envolvi com o crime, mas eu dei a volta por cima. Eu percebi que isso não estava sendo bom para mim e hoje eu estou podendo usar a minha experiência de vida para ajudar as crianças e traçar outro caminho para eles. Eu estou conseguindo mostrar o caminho do certo e o errado para eles”, conta Thiago Mamute.

Thiago chegou ao Instituto há sete anos e passou por todos os processos que todas as crianças e jovens passam. Estudam, aprendem uma profissão, cuidam da saúde e são motivadas a encontrarem nas dificuldades ainda mais motivação para manterem suas vidas no caminho certo. “Pois, por mais que as adversidades possam nos encontrar, o mais importante são as escolhas honestas que você faz”, ressalta.

Atualmente, Thiago Mamute é faixa marrom de Jiu-Jitsu e dá aulas para as crianças do Instituto Irmãos Nogueira. Para Ricardo Cavalcante, gestor do projeto do núcleo de Nova Iguaçu, o mais importante quando uma pessoa chega no projeto é cuidar do corpo, da alimentação, do espírito dele. Assim, depois se começa a pensar em artes marciais. “O importante para a gente é que esta pessoa fique longe das drogas e do crime, pois não adianta a gente preparar uma pessoa para ser excelente em artes marciais se ele não for usar para o caminho do bem!”, avalia.

Publicado em Deixe um comentário

EX-TRAFICANTE ES RESETIALIZADO POR MEDIO DEL PROYECTO BANDA NEGRA DE JESÚS DEL IIN

En medio de tantas malas noticias que diariamente nos enfrentamos a los principales noticieros del país, algunas de ellas nos hacen tener fe que los proyectos sociales tienen una extrema importancia en la vida de las comunidades. Es una realidad que Río de Janeiro está sitiado. El tráfico, las drogas y la violencia están matando como si fuéramos un país en estado de guerra.

Por más que nuestra guerra sea velada, hay trabajos que se están haciendo incesantemente en busca de regeneración. Son personas que despiertan cada mañana con fe que sus trabajos pueden rescatar al menos una vida del crimen. Y cuando eso sucede es un motivo de felicidad no sólo para quien está al frente de los proyectos sociales, sino para todos los familiares de esta vida que ahora tiene la oportunidad de seguir adelante como un ciudadano de bien.

En la franja negra de Jesús no es diferente. El proyecto social tiene como principal objetivo retirar hombres, mujeres e incluso niños que están al margen de la sociedad, contribuyendo a que el crimen continúe haciendo víctimas. De acuerdo con el gestor del proyecto, Ricardo Cavalcante, el caso del Marlon Zandonight es más un idéntico a los que vemos todos los días en la televisión, ex traficante que, además de vender drogas, también estaba involucrado con asaltos y otros crímenes.

Sin embargo, este caso comienza a diferir de los demás a partir del momento en que Marlon comenzó a participar hace unos seis meses, de la Banda Preta de Jesús. “Primero estoy enseñando a él a vivir, las competiciones y las artes marciales, para nosotros ahora no es importante, primero estamos cuidado del cuerpo de él, de los dientes, de su alimentación, del alma de él, del espíritu, para después pensar en competir . Lo importante es que esté aquí dentro lejos del tráfico, del crimen, de las drogas y del asalto, entiende? Este es el más importante. “Él ha entrenado Jiu-Jitsu y MMA, pero primero tenemos que hacer una cosa bien hecha porque no sirve tener un super atleta de lucha que continúa practicando crímenes”, revela Ricardo.

Hoy, Marlon dejó las armas a un lado y está siendo resocializado. Su madre Andreia, está muy feliz con esta nueva fase de la vida de su hijo Marlon: “mi hijo me estaba dando mucho trabajo involucrándose con drogas, con personas equivocadas, con el tráfico y yo estaba sufriendo mucho con eso, no dormía más, me pasé a tener presión alta, vivía detrás de él en la calle. Él me dejaba muy triste con eso, pero hoy mi hijo lleva seis meses en el proyecto y se ha convertido en un nuevo niño, un nuevo muchacho, regenerado y socializado de nuevo. En nuestra familia ahora todos creemos en él de nuevo. “Yo agradezco mucho al personal de este proyecto porque, gracias a Dios a este proyecto, espero que continúe así en el camino del bien”, evalúa Andreia.

Para hacer el registro en el Proyecto Social Banda Preta de Jesús, basta buscar la sede del mismo, situada en la Av. Gov. Roberto Silveira, 1050 – Centro, Nova Iguaçu – RJ. Los menores de edad deben estar acompañados de un responsable; por encima de 18 años comparecer llevando xerox de la identidad, CPF y comprobante de residencia. Los niños, a partir de 8 años, y los adolescentes deben llevar todos estos documentos y más la declaración escolar. Todos los procedimientos son gratuitos, además de todo el material. Para más información llame al +55 (21) 3488-5928.

Publicado em Deixe um comentário

FORMER DRUG DEALER IS RELEASED BY PROJECT JESUS BLACK BAND OF THE IIN

In the midst of so many bad news that we are confronted daily in the country’s main news, some of them make us believe that social projects are extremely important in the life of communities. It is a reality that Rio de Janeiro is under siege. Trafficking, drugs and violence are killing us as if we were a country in a state of war.

As much as our war is veiled, there are works that are being done incessantly in search of regeneration. They are people who wake up every morning with faith that their jobs can redeem at least one life of crime. And when that happens is a reason for happiness not only for those who are ahead of social projects, but for all the relatives of this life that now has a chance to move forward as a citizen of good.

In Jesus’ Black Belt it is no different. Located in Nova Iguaçu, this social project has as main objective to remove men, women and even children who are on the margins of society, contributing to the crime continue to make victims. According to project manager Ricardo Cavalcante, the case of Marlon Zandonight is more like the ones we see every day on television, a former drug dealer who, in addition to selling drugs, was also involved in assaults and other crimes.

However, this case begins to differ from the others from the moment that Marlon began to participate, about six months, of the Black Belt of Jesus. “First I am teaching him to live, the competitions and the martial arts, for us now is not important, first we are taking care of his body, his teeth, his food, his soul, the spirit, and then we think about competing . What’s important is he’s in here, away from traffic, crime, drugs, and assault, you see. This is the most important. He has been training Jiu-Jitsu and MMA, but first we have to do something well done because it’s no use having a super fighting athlete who continues to commit crimes”, says Ricardo.

Today, Marlon has dropped his weapons and is being re-socialized. His mother Andreia is very happy with this new phase in the life of her son Marlon: “My son was giving me a lot of trouble getting involved with drugs, with wrong people, with the traffic and I was suffering a lot from it, I had high blood pressure, I lived behind him in the street. He made me very sad about this, but today my son has been in the project for six months and has become a new boy, a new boy, regenerated and socialized again. In our family now we all believe in him again. I am very grateful to the staff of this project because, thank God for this project, I hope it continues in the way of good”, says Andreia.

To register for the Black Belt Social Project, just look for the headquarters of the same, located at Av. Gov. Roberto Silveira, 1050 – Centro, Nova Iguaçu – RJ. Minors must be accompanied by a guardian; above 18 years of age, taking photo ID, CPF and proof of residence. Children, ages 8 and older, and teens must bring all these documents and more to the school statement. All procedures are free, in addition to all material. For more information call +55 (21) 3488-5928.

Publicado em Deixe um comentário

Ex-traficante é ressocializado por meio do projeto Faixa Preta de Jesus do Instituto Irmãos Nogueira

Em meio a tantas notícias ruins que diariamente somos confrontados nos principais noticiários do país, algumas delas nos fazem ter fé que os projetos sociais têm uma extrema importância na vida das comunidades. É uma realidade que o Rio de Janeiro está sitiado. O tráfico, as drogas e a violência estão matando como se fôssemos um país em Estado de Guerra.

Por mais que a nossa guerra seja velada, há trabalhos que estão sendo feitos incessantemente em busca de regeneração. São pessoas que acordam todas as manhãs com fé que seus trabalhos podem resgatar ao menos uma vida do crime. E quando isso acontece é um motivo de felicidade não somente para quem está à frente dos projetos sociais, mas para todos os familiares desta vida que agora tem a chance de seguir em frente como um cidadão de bem.

No Faixa Preta de Jesus não é diferente. Situado em Nova Iguaçu, este projeto social tem como principal objetivo retirar homens, mulheres e até mesmo crianças que estão à margem da sociedade, contribuindo para que o crime continue a fazer vítimas. De acordo com o gestor do projeto, Ricardo Cavalcante, o caso do Marlon Zandonight é mais um idêntico aos que vemos todos os dias na televisão, ex-traficante que, além de vender drogas, também estava envolvido com assaltos e outros crimes.

No entanto, este caso começa a se diferir dos demais a partir do momento em que Marlon começou a participar, há cerca de seis meses, do Faixa Preta de Jesus. “Primeiro estou ensinando a ele a viver, as competições e as artes marciais, para a gente agora não é importante, primeiro estamos cuidado do corpo dele, dos dentes, da sua alimentação, da alma dele, do espírito, para depois pensarmos em competir. O importante é ele estar aqui dentro longe do tráfico, do crime, das drogas e do assalto, entende? Este é o mais importante. Ele tem treinado Jiu-Jitsu e MMA, mas primeiro temos que fazer uma coisa bem feita porque não adianta ter um super atleta de luta que continua a praticar crimes”, revela Ricardo.

Hoje, Marlon deixou as armas de lado e está sendo resocializado. Sua mãe Andreia, está muito feliz com esta nova fase da vida de seu filho Marlon: “meu filho estava me dando muito trabalho se envolvendo com drogas, com pessoas erradas, com o tráfico e eu estava sofrendo muito com isso, não dormia mais, passei a ter pressão alta, vivia atrás dele na rua. Ele me deixava muito triste com isso, mas hoje meu filho está há seis meses no projeto e se tornou um novo menino, um novo rapaz, regenerado e socializado novamente. Na nossa família agora todos acreditamos nele novamente. Eu agradeço muito ao pessoal deste projeto porque, graças a Deus a este projeto, espero que ele continue assim no caminho do bem”, avalia Andreia.

Para fazer o cadastro no Projeto Social Faixa Preta de Jesus, basta procurar a sede do mesmo, situada na Av. Gov. Roberto Silveira, 1050 – Centro, Nova Iguaçu – RJ. Menores de idade devem estar acompanhados de um responsável; acima de 18 anos comparecer levando xerox da identidade, CPF e comprovante de residência. Crianças, a partir de 8 anos, e adolescentes devem levar todos estes documentos e mais a declaração escolar. Todos os procedimentos são gratuitos, além de todo o material. Para mais informações ligue para (21) 3488-5928.